A unidade plena e perfeita está em Cristo, fonte e ápice de todo Amor divino e paternal, e que é concedido ao homem pela graça de Deus, e os seus maiores dons são as virtudes, e dentre elas, a maior, é a misericórdia. Ou seja, todo aquele que se coloca no lugar do outro, tem a graça de poder amar incondicionalmente, tem a oportunidade de se doar, por inteiro, ao próximo, e assim, poder entender a vida do irmão. E é assim, que Cristo deseja que todo homem viva, em uma verdadeira comunhão, participando ativamente da vida do irmão, como Cristo, na Eucaristia, participa da vida, na humanidade.